Voltar à página inicial
Ver mapa do siteCanal de comunicação com a CELGPARVoltar à página inicial
Ir para página institucional da CELGPARIr para site de Relações com InvestidoresIr para site de LicitaçõesIr para página sustentabilidadeLinks úteis

 

            
Acesso à Informação


  Ir para o Site da Celg Distribuição - CELG D


  Ir para o site da Celg Geração e Transmissão - CELG G&T


 

Sala de Imprensa

À POPULAÇÃO DE GOIÁS
04/12/2012 - 17h30

A CELG Geração e Transmissão (CELG GT), tendo em vista as medidas adotadas pelo Governo Federal em relação ao setor elétrico brasileiro, por força de Medidas Provisórias, vem a público esclarecer o seguinte:

A CELG GT, cumprindo deliberação de seu Conselho de Administração, ratificada pela Assembléia Geral, decidiu não assinar, com o Ministério das Minas e Energia, os contratos de renovação das concessões das Usinas Hidrelétricas de São Domingos e de Rochedo. A decisão tomou por base o fato de que as tarifas estabelecidas para essas usinas são insuficientes para bancar os custos de operação e manutenção.

A renovação da concessão da Usina de São Domingos, vencida em 2011, está sendo discutida judicialmente, pois o contrato vigente permitia que o processo fosse automático, o que não ocorreu.

Em relação à renovação da concessão da Usina de Rochedo, cujo contrato vence em 2015, jáhá pedido formulado à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), para conseguir a outorga visando sua ampliação.

Contudo, a CELG GT decidiu assinar, com o Ministério das Minas e Energia, os contratos de prorrogação relativos à transmissão, ao mesmo tempo em que dará continuidade à discussão administrativa – e, se necessário, judicial– em relação à receita anual permitida.

A população de Goiás pode ter a certeza de que a CELG GT está adotando todas as medidas para proteger um patrimônio que é de todos os goianos, bem como para assegurar os direitos, não apenas da empresa, mas principalmente dos consumidores.

Goiânia, 4 de dezembro de 2012

A DIRETORIA



<< Página Inicial